Símbolos

Emblema

Segundo afirmação de Júlio Eduardo d’Almeida, na entrevista concedida ao jornal “O Comércio do Porto”, por ocasião do 60º Aniversário do Clube, o emblema do Sporting Clube de Coimbrões é da autoria de Antero Alves da Silva, que foi dirigente da coletividade e seu representante junto da Associação de Futebol do Porto. Pelos bons serviços prestados, foi nomeado Sócio Honorário nº 3, em Assembleia-Geral extraordinária de 17 de Outubro de 1980. 

O verde da camisola, com a gola preta, assim como o calção preto, teriam sido propostos por Júlio Eduardo d’Almeida, simpatizante do Sporting Clube de Portugal, como também o era o próprio autor do emblema.

O emblema usado no equipamento foi sempre igual ao que hoje se usa e que consiste num escudo com as cores e iniciais do clube e uma bola de futebol. Existem fotografias dos jogadores dos primeiros anos do Clube que o atestam, sendo também este o emblema que sempre se usou na lapela dos casacos, ontem mais do que hoje. 

Existiu, contudo, segundo notícia de um jornal da época, um outro emblema do SC Coimbrões, que fazia alusão a Rei Ramiro, ao seu Castelo e à “Mea Vila de Gaia”, atribuída à actual cidade pelo Rei D. Afonso III.

Recorde-se que esse emblema pode ser admirado numa estante da Sala da Direção (representada na fotografia abaixo) e na cabeceira do jazigo do Sporting Clube de Coimbrões, o que prova a autenticidade da notícia.

Hino

Ó Coimbrões vamos lá prá frente! 
Chuta!
 

Ó Coimbrões tu és o maior 
Quando tu jogas não tens rival 
No Futebol, no Andebol, Basquetebol 
No Ciclismo tens uma Volta a Portugal 
És um clube pequeno e rico 
Em honestidade, lealdade e valentia 
Canto pra ti esta linda marcha 
Com muito orgulho e muita simpatia 

REFRÃO: 
Ó Coimbrões 
Ó Coimbrões 
Ó Coimbrões 
Ó Coimbrões como tu não há igual 
Ó Coimbrões 
Ó Coimbrões 
Ó Coimbrões 
No teu cantinho és o maior de Portugal 

A tua cor já mete inveja 
A muita gente que não quer tua alegria 
Mas devagar tu vais colhendo sempre 
Em cada terra que tu passas simpatia 
Ó Coimbrões vamos lá prá frente 
Não desanimes, não cries ilusões 
Tu tem orgulho na camisola que vestes 
És minha terra e eu serei sempre Coimbrões 

REFRÃO 

Os teus adeptos têm-te carinho 
E dão-te apoio nas horas de aflição 
Porque a tua meta está marcada 
É de voltares prá primeira divisão 
Teu emblema é muito raro 
Os teus adeptos, toda a população 
Erga-se os braços ao clube de craveira 
Com alegria, simpatia e emoção 

REFRÃO 

O palmarés, a velha glória 
Nunca nos deixou assim ficar mal 
Pois o clube ficou na história 
Esteve quase campeão de Portugal 
E pra que juntes ao palmarés 
Outro título que assente e te caia 
Anos atrás no presente és 
O campeão de Vila Nova de Gaia 

SOLO DE TECLADO 

Vamos lá Coimbrões! 

Nós te queremos com muito amor 
Acreditamos na vitória e afinal 
Apostamos no teu real valor 
Em que em três anos vais para o nacional 
Viva o Coimbrões do coração 
Em alegria gritamos todos glória 
Para que subas de divisão 
Tens que somar em cada jogo uma vitória 

REFRÃO 

Caso nos dês essa alegria 
A simpatia cá do povo em geral 
Passas a ser, com galhardia 
Um clube de craveira nacional 
E agora para terminar 
Vamos dar ao clube a nossa oração 
Ó nossa gente, vamos gritar 
Ó Coimbrões, tu sobe de divisão 

REFRÃO x 3 

SOLO DE TECLADO

Para fazer download do hino em formato mp3 clique aqui.